HAITI!

Como é triste o que estas pessoas estão passando… além de sofrerem com a miséria, fome e repressão, agora estão destrossadas pelos terremotos na região.

Podemos ajudar… Eles precisam de você!

A Arquidiocese de Belo Horizonte lançou uma campanha para arrecadar fundos para ajudar as vítimas do terremoto que abalou o Haiti. A campanha é uma iniciativa que será prolongada durante todo o ano. Todos podem contribuir com qualquer quantia financeira:

Banco do Brasil
Agência: 3494-0
Conta Corrente: 24847-9
Em nome do Vicariato Episcopal para a Ação Social e Política

A Cruz Vermelha também abriu uma conta para receber doações. Se você quiser ajudar, pode depositar qualquer quantia nesta conta:

Nome: Comitê Internacional da Cruz Vermelha
Banco: HSBC
Agência: 1276
CC: 14526-84
CNPJ: 04359688/0001-51

Published in: on 14/01/2010 at 22:26  Deixe um comentário  

ONG’s brasileiras pedem ação do Itamaraty contra caça às baleias!

Por iniciativa do Sr. José Truda Palazzo, Jr , do Centro de Conservação Cetácea – Brasil, 31 organizações da sociedade civil , na qual o Instituto Ecológico Aqualung se inclui, divulgaram ontem uma Carta Aberta ao representante do Brasil junto à Comissão Internacional da Baleia (CIB), o diplomata Fábio Vaz Pitaluga, exigindo um posicionamento forte contra a continuidade da matança de baleias na Antártida, que apesar da moratória estabelecida pela Comissão em 1986 e da declaração de um Santuário Antártico de Baleias em 1994, está em franca escalada sob o pretexto de “captura científica”.

Apesar da frequente condenação da maioria dos países da CIB, o Japão recusa-se a parar com a matança. O Brasil integra um pequeno grupo de negociação que tem se reunido há varios meses a portas fechadas e que em tese busca uma saída para acabar com a matança, mas informações obtidas pelos ambientalistas dão conta de que, frente à intransigência do Japão, a Comissão poderia aceitar a continuidade da caça antártica.

 Segundo José Truda Palazzo Jr, ex-Vice-comissário do Brasil à CIB e atual Presidente do Conselho Superior da Rede Marinho-Costeira e Hídrica do Brasil, “isso é um absurdo total”. Truda, que é o brasileiro com mais longa participação nas atividades da Comissão, afirmou que “aceitar os termos do Japão e legitimar a continuidade da caça na Antártida vai contra tudo o que o Brasil sempre defendeu na conservação dos cetáceos, em particular o direito dos países do hemisfério sul ao uso não-letal desse animais através do turismo de observação, que pode ser seriamente afetado pelo roubo de nossas baleias pela indústria baleeira japonesa. Precisamos por um fim a esse crime, e esperamos que nossos diplomatas mantenham a posição firme que fez do Brasil uma liderança positiva na CIB”.
 
Truda também acrescentou que a atividade baleeira do Japão não atende nem a verdadeiros interesses científicos, e nem a nenhuma necessidade alimentar da população daquele país, mas sim ao interesse político da JFA, a agência de pesca japonesa, em manobrar subsídios da ordem de milhões de dólares que mantém as atividades baleeiras mesmo na ausência de um mercado interessado na carne.

 O “grupo secreto” de negociação da CIB no qual o Brasil participa deverá se reunir novamente no final de janeiro no Havaí para mais uma rodada de negociação com o Japão. Segue abaixo o texto da Carta Aberta das ONG’s ao Comissário do Brasil na CIB.

Texto retirado do Instituto Ecológico Aqualung.

TOMARA QUE SURTA EFEITO!!

Published in: on 14/01/2010 at 22:18  Deixe um comentário  
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 988 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: