27ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Protozoologia.

A 27ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Protozoologia e a 38ª Reunião Anual da Pesquisa Básica em Doença de Chagas serão realizadas entre os dias 19 e 21 de setembro de 2011, em Foz do Iguaçu (PR).

A SBPz e Gol firmaram parceria para garantir desconto de 15% nas passagens aéreas para os participantes do congresso. “Pós-genoma”, “Parasita e hospedeiro”, “Imunologia”, “Epidemiologia”, “Controle da expressão genética”, “Vetor” e “Quimioterapia” serão os temas abordados nas mesas-redondas, que terão participação de cientistas de diversas universidades do Brasil e do exterior.

Mais informações:www.sbpz.org.br .

Texto recebido por email pelo CRBio 04.

Published in: on 06/04/2011 at 20:51  Deixe um comentário  

Conheça a cinomose!

O que é cinomose?

A cinomose é uma doença em cachorros:

- Sistêmica, ou seja, pode atingir vários órgãos;

- Altamente contagiosa;

- Causada por um vírus;

- Frequentemente leva à morte cachorros filhotes e adultos.

Lembre-se de que um cachorro doente pode manifestar apenas sinais digestivos ou respiratórios.

Como se pega cinomose?

Qualquer cachorro, em qualquer idade, pode ser contaminado com cinomose de diferentes formas.

O vírus é transmitido entre um animal doente e outro susceptível. Alguns animais doentes podem estar assintomáticos (ou seja, estarem com a doença, mas não apresentarem seus sintomas) e passar a doença para outro sadio por meio de secreções (nasais, fezes etc).

Uma forma comum de contaminação ocorre em canis, onde os animais frequentam os mesmos locais e animais doentes podem ter contato com outros saudáveis ainda não vacinados. É muito importante isolar animais doentes para tratamento, ou ainda ter o cuidado de isolar animais que se tenha desconfiança de que possam estar incubando a doença e, mesmo ainda sem sintomas, servir de fonte de infecção para outros cachorros.

Quais são os sintomas da cinomose?

- Vômito e diarréia;

- Febre;

- Apatia;

- Perda de apetite;

- Falta de coordenação

A cinomose tem cura?

O tratamento, após diagnóstico de cinomose confirmado por exame de laboratório, pode ser bem difícil.

O cachorro doente deve ser isolado para receber tratamento de apoio e antibióticos para auxiliar no combate a infecções secundárias. Por se tratar de um vírus, não há um medicamento específico para o tratamento da cinomose, o que torna sua cura mais difícil.

Filhotes não têm bom prognóstico de recuperação, com taxa de mortalidade bem alta. O tratamento de apoio é feito com a reposição de líquidos perdidos durante a doença, além de oferecer um ambiente limpo e com temperatura agradável.

Se a cinomose evoluir para os estágios finais sem que o cachorro receba tratamento, pode haver danos neurológicos difíceis de tratar, sendo que o veterinário pode sugerir o sacrifício do animal.

Lembre-se de que cachorros que estejam em tratamento podem continuar a espalhar o vírus por várias semanas, mesmo depois do desaparecimento dos sintomas.

Como prevenir?

  • As vacinas contra a cinomose em cachorros não são todas iguais. As mais tradicionais do mercado contêm vírus vivo atenuado (popularmente conhecidas por vacinas V10) e são utilizadas há muitos anos. Recentemente foram desenvolvidas tecnologias mais modernas para a imunização de seres humanos e animais com a máxima segurança e potência: as vacinas recombinantes.

  • Os filhotes de cachorros já podem ser vacinados a partir de 6 semanas de vida, mas essa indicação deve ser feita pelo médico veterinário.

  • Normalmente, os filhotes de cachorros recebem pelo menos 3 doses de vacina nesta primeira fase da vida (processo conhecido como primovacinação). Os animais são submetidos a um exame clínico pelo médico veterinário a cada vez que forem vacinados, com o objetivo de determinar se estão em condições de saúde de receber a vacina.

  • Cachorros doentes, subnutridos ou parasitados devem ser tratados antes de receber a vacina.
  • É recomendado que os filhotes permaneçam protegidos, longe da rua e do contato com animais de histórico vacinal desconhecido, ou mesmo não vacinados.
  • Os cachorros devem ser revacinados uma vez ao ano contra a cinomose.

Consulte sempre seu veterinário. Ele é a melhor pessoa para determinar o programa de vacinação ideal para seu animal de estimação.

Entre no site http://www.cinomose.com.br e espalhe esta campanha!

Published in: on 06/04/2011 at 20:36  Deixe um comentário  
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 991 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: