Turbina de energia eólica ameaça morcegos e agricultura.

As turbinas de vento para geração de energia eólica representam uma grande ameaça para as populações de morcegos, o que pode ocasionar perdas bilionárias para a agricultura, alerta um artigo publicado na revista científica “Science”.

O estudo, conduzido por uma equipe de pesquisadores americanos e sul-africanos, sugere que a diminuição da população de morcegos na América do Norte poderia gerar prejuízos agrícolas de mais de US$ 3,7 bilhões por ano, podendo atingir até US$ 53 bilhões anuais.

“Essas estimativas incluem a economia de aplicações de pesticida que não são necessárias para controlar os insetos hoje consumidos pelos morcegos. Entretanto, não incluem o impacto colateral dos pesticidas sobre os seres humanos, animais domésticos e selvagens e o ambiente”, explicou um dos autores do estudo, Gary McCracken, da Universidade do Tennessee, em Knoxville (USA).

“Sem os morcegos, a produtividade das colheitas é afetada. As aplicações de pesticidas aumentam. As estimativas claramente mostram o imenso potencial dos morcegos de influenciar a economia da agricultura e das florestas.”

Perda de diversidade

Os morcegos são predadores de insetos noturnos, entre os quais, espécies que destroem colheitas e florestas. Segundo os pesquisadores, uma única colônia de cerca de 150 morcegos adultos no Estado americano de Indiana consumiu quase 1,3 milhão de insetos em um único ano.

Mas, desde 2006, mais de um milhão de morcegos já morreram em decorrência da chamada “síndrome do nariz branco”, causada por um fungo.

Recentemente, estudos têm alertado para a ameaça contra esses animais representada por turbinas de geração eólica, sobretudo durante o período de migração.

Embora alguns sejam afetados por golpes diretos desferidos pelas hélices das turbinas, a principal causa de morte é a queda repentina de pressão próxima dessas estruturas, que ocasiona hemorragias internas.

Os morcegos se orientam por uma espécie de sexto sentido que os guia pelo som dos ecos, a ecolocalização. Isso permite que eles detectem obstáculos e desviem deles, mas a mudança de pressão é imperceptível.

“São necessários esforços urgentes para educar o público e os formuladores de políticas públicas sobre a importância ecológica e econômica dos morcegos insetívoros, e prover soluções práticas de conservação”, sustenta o artigo.

Texto retirado do site BBC Brasil.

Published in: on 07/04/2011 at 22:01  Comments (2)  

Pit bull surpreende ao dar à luz 18 filhotes.

Uma cadela pit bull chamada de Menina surpreendeu ao ganhar uma ninhada de 18 filhotes, em Rio Claro (SP). Menina pode entrar no livro dos recordes como o animal de sua raça que teve a maior ninhada do mundo. Um dos cachorrinhos não resistiu.

“Não conheço registro de um pitbull com tantos filhotes. O comum seria uma gestação de dez ou 11, no máximo”, afirmou a médica veterinária Roberta Campos, que trabalhou no parto dos cachorrinhos.

Segundo a veterinária, o maior número de gestação de filhotes de cães no Brasil aconteceu com uma cadela da raça fila brasileiro, que gerou 22 animais, dos quais apenas dez sobreviveram.

O cirurgia do parto demorou duas horas e meia e foi realizado por três veterinários, com o auxílio de cinco estagiários e até da secretaria do consultório. “Quando abrimos a barriga dela, não parava de sair cachorrinho”, afirmou.

Menina pesava 48 kg quando chegou para o atendimento, sendo 10 kg a mais que o normal para uma cadela adulta da raça.

Texto retirado do Jornal O Tempo.

Published in: on 07/04/2011 at 21:54  Comments (2)  

3º BIOINDEX: Encontro Sobre o Uso de Organismos como Bioindicadores

O EVENTO

A Pontifícia Universidade Católica de Campinas realizará no Campus II, localizado na Avenida John Boyd Dunlop s/n°, Jd. Ipaussurama, Campinas, São Paulo, CEP: 13060-904, nos dias 02 e 03 de maio de 2011, o 3º BIOINDEX: Encontro Sobre o Uso de Organismos como Bioindicadores.

3º BIOINDEX tem por objetivo discutir utilização de bioindicadores ambientais na avaliação da qualidade ambiental, sanitária, bem como de produtos e serviços; abordando exemplos práticos, adequações, limitações e vantagens, além de avaliar metodologias e estratégias sobre o assunto. Paralelamente, promove a interação de alunos e pesquisadores das diversas áres e linhas de pesquisas, buscando gerar parcerias para projetos futuros com outras instituições, ampliando a base de conhecimento, permitindo também o enquadramento de novos pesquisadores e inserção de programas de Pós-Graduação nesta área de atuação.

1º BIOINDEX ocorreu na ESALQ/USP, em Piracicaba, São Paulo, no ano 2007. Contou com a participação de 126 pessoas, sendo 90 inscritos e 18 palestrantes. Entre os inscritos, participaram alunos de graduação e pós-graduação e profissionais de diversas áreas, abrangendo 17 cidades de seis estados brasileiros e 16 instituições de ensino. Os palestrantes foram selecionados entre doutores e/ou recém-doutores, de destacada atuação profissional envolvento 13 instituições, de nove cidades de cinco estados brasileiros.

2º BIOINDEX ocorreu na UNIARARAS, em Araras, São Paulo no ano de 2008. As instituições organizadoras foram a UNIARARAS, através do Curso de Ciências Biológicas e ESALQ/USP, por meio do Programa de Pós-Graduação em Entomologia. Participaram do evento 133 pessoas, das quais 110 inscritas e 23 profissionais das áreas de Biologia, Oceanografia, Ecologia, Advocacia, Saúde e Engenharia. Os participantes pertenciam a diversas instituições de ensino e pesquisa, tais como: UNIARARAS, ESALQ/USP, Centro de Estudos Ambientais UNESP, Rio Claro, IB/USP, UNICAMP, Escola Politécnica de São Paulo, EMBRAPA (Jaguariúna e Cruz das Almas), PROMIP, Centro Universitário Monte Serrat, Santos, UFSCAR, São Carlos, UFMG, USP Ribeirão Preto e São Carlos; Centro de Pesquisa de Cacau/Itabuna e Secretaria de Estado de Educação e Inovação. As atividades envolveram quatro mini-cursos, nove palestras, duas mesas redondas e um workshop.

LOCAL

PUC-Campinas, Campus II. Auditório Monsenhor Salim.

Av. John Boyd Dunlop, s/n° Jd. Ipaussurama. Campinas/SP. CEP: 13060-904

INSCRIÇÕES

O encerramento das inscrições vai até o dia 25 de abril. Mais informações: www.3bioindex.com.br .

CONTATO

Telefone: (19) 3343-6894

Atendimento de segunda a quinta-feira, das 13h00 às 17h00.

E-mail: contato@3bioindex.com.br

Texto recebido pelo CRBio 04.

Published in: on 07/04/2011 at 21:30  Deixe um comentário  

I Simpósio de Genética da UFG

De 18 a 20 de maio de 2011, irá acontecer na cidade de Catação (GO) o I Simpósio de Genética da UFG. O tema do evento será “Os avanços na Era Genômica”.

O envio de trabalhos poderá ser feito até o dia 23 de abril.

Mais informações: www.catalao.ufg.br/sgu .

Texto recebido por email pelo CRBio 04.

 

Published in: on 07/04/2011 at 21:19  Deixe um comentário  
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 991 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: