Vacinação de grávidas e doentes contra H1N1 está abaixo do esperado, diz Saúde.

O Ministério da Saúde informou nesta terça-feira (13) que 20,4 milhões de pessoas foram vacinadas contra o vírus H1N1 desde o início da campanha, no dia 8 de março. O número representa 34,8% do público-alvo das três primeiras etapas da vacinação.

A imunização de mulheres grávidas (48,7%) e pessoas com doenças crônicas (44,2%) está abaixo do esperado, segundo o ministério. Já a vacinação de funcionários da área de saúde superou 97% e a de crianças entre 2 e 6 anos atingiu, até o momento, 73%. Grávidas, crianças pequenas, doentes crônicos e jovens entre 20 e 29 anos têm até o dia 23 para se vacinar. Deste último grupo 20,2% foram imunizados.

O Ministério da Saúde reforça a importância da vacinação para os quatro grupos que já podem procurar os postos de saúde. Segundo o ministério, eles concentram 90% dos casos da nova gripe e mortes em 2009. Dos 2.051 óbitos registrados no ano passado, 1.539 (75%) ocorreram em pessoas com doenças crônicas. Entre as grávidas, a mortalidade foi 50% maior que na população geral.

Campanha

Para ser imunizado, é preciso ir aos postos de vacinação levando documento de identidade com foto. O medicamento é contra-indicado a quem tem alergia a ovo.

Na última sexta-feira o Ministério da Saúde prorrogou até o dia 23 de abril a vacinação de grávidas, doentes crônicos (exceto idosos) e crianças de seis meses e menores de dois anos.

Para quem faz parte desses grupos, não é necessário apresentar atestado médico comprovando gravidez ou doença crônica. Na vacinação das crianças, pais e responsáveis devem levar aos locais de imunização apenas os bebês que já completaram seis meses de idade e os menores de dois anos.

É muito importante levar o cartão de vacinação das crianças, diz o ministério. Elas receberão uma dose dividida em duas vezes. A segunda meia dose será administrada 30 dias após a primeira. Se a criança completar seis meses depois do dia 23 de abril, também poderá ser vacinada normalmente.

Em relação aos doentes crônicos, devem procurar os postos de vacinação pessoas com menos de 60 anos que têm problemas sérios de coração, pulmão, rins, fígado, diabéticos, pacientes em tratamento para aids e câncer ou os chamados grandes obesos.

Aqueles que serão vacinados devem levar aos postos um documento de identidade com foto e a carteira de vacinação do adulto, se possuírem.

Os idosos com doenças crônicas devem aguardar. A população com mais de 60 anos terá uma etapa exclusiva, entre os dias 24 de abril e 7 de maio, juntamente com a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso contra gripe comum.

Texto retirado do site G1.

Pessoal, poxa vida… é a sua saúde e da sua família que está em risco. É rápido e você se previne. Eu já tomei!!! Faça isto você também…

Anúncios
Published in: on 14/04/2010 at 0:50  Comments (1)  

The URI to TrackBack this entry is: https://mariliaescobar.wordpress.com/2010/04/14/vacinacao-de-gravidas-e-doentes-contra-h1n1-esta-abaixo-do-esperado-diz-saude/trackback/

RSS feed for comments on this post.

One CommentDeixe um comentário

  1. ESTAMOS NOS POSTOS DE SAUDE DE BRACOS E CORAÇAO ABERTO PARA RECEBER VOCES VAMOS JUNTOS PREVENIR O AUTO INDECE DE MORTE PELO H1N1 E SO SE VACINAR. DEPENDE SO DE VOCE EU ESTOU FAZRNDO A MINHA PARTE E VOCE?SAUDE PARA TODOS!!!!!!!!!!!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: