“Eu não vou estar vivo quando isso tudo acontecer”

Sustentabilidade, aquecimento global, consumo consciente… Você certamente já viu discussões sobre ecologia, meio ambiente e o modo como a humanidade está destruindo o planeta com suas ações predatórias. Você também já deve ter se deparado com gente que ouve falar nesses assuntos e chama aqueles que levantam essas questões de “ecochatos”. E, pior ainda, não é difícil encontrar pessoas que, diante de questionamentos sobre uso de carros, compras indiscriminadas de produtos e a necessidade de tornar este mundo melhor para as gerações futuras, dão de ombros e balbuciam argumentos como “eu sou só um entre bilhões”, “não pretendo mesmo ter filhos” ou a pérola que dá título a esta coluna.

Até compreendo o ceticismo de quem acha que mudar suas condutas pessoais não mudará muito o estado das coisas. Mas, mais triste do que testemunhar essas manifestações individualistas, é perceber que deixar de jogar lixo nas ruas, pensar duas vezes antes de comprar desnecessariamente produtos industrializados ou apagar as luzes de um cômodo vazio são atitudes que, além de ajudarem a tornar este planeta um pouco mais sustentável, têm a ver com ética e conduta pessoal. Jogar uma bituca ou um chiclete no meio da rua, ou desperdiçar recursos como água ou eletricidade, são atitudes reprováveis por si mesmas, independentemente de toda a discussão ambiental. A história do “fala a sua parte”, pois, já não se aplica mais apenas a sustentabilidade: passa pela conscientização individual do papel de cada um de nós na sociedade, seja do ponto de vista da ética, da política ou da cidadania.

Respeito, pois, iniciativas como o Click Árvore. Que, durante 10 anos, fez com que, graças ao apoio de patrocinadores, uma árvore nova fosse plantada a cada clique dado no site. O resultado dessas pequenas grandes atitudes? Mais de 22 milhões de mudas foram doadas graças a um gesto mínimo como um clique na web. Atualmente em nova fase, o Click Árvore, mantido pela S.O.S. Mata Atlântica, possibilita a aquisição de novas mudas por R$ 2,00 cada, bastando seguir as instruções do site.

Outro exemplo simples de como ajudar o planeta pela internet: que tal experimentar um sistema de busca diferente em vez de usar o Google pela enésima vez? Vale a pena conhecer o Ecosia, ferramenta criada numa parceria entre a WWF, o Yahoo! e o Bing, que destina cerca de 80% das receitas obtidas em prol de um programa de proteção a florestas tropicais.

Que tal livrar a cidade de mais um carro despejando fumaça por aí, e ainda se livrar de despesas extras de gasolina e estacionamento, buscando no Carona Brasil motoristas dispostos a compartilhar seu banco de passageiros para lugares próximos ao seu trabalho ou faculdade? Ou, melhor ainda, adotar bicicletas como meio de transporte, recorrendo aos muitos sites e blogs mantidos por cicloativistas que dão dicas e informações valiosas para quem deseja escapar da sociedade do automóvel. Exemplos: Bicicletada,Apocalipse Motorizado, Escola de Bicicleta, Planeta Sustentável, Vá de Bike e o recém-lançado Social Bike, plataforma de tecnologia e conteúdo lançado pelo Yahoo! para estimular o uso de bicicletas em nosso dia a dia.

Esperar apaticamente que os governos façam alguma coisa pelo meio ambiente ou fingir que as mudanças climáticas nada têm nada a ver com as suas atitudes cotidianas é a mais bundamolizante das atitudes. Pois pequenas mudanças de hábito podem, sim, tornar melhor a vida para você e todos aqueles que lhe importam.

Texto retirado do link Colunistas Yahoo.

OBS: Karine, esta sua dica foi sensacional! Obrigada.

Anúncios
Published in: on 26/09/2010 at 11:44  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://mariliaescobar.wordpress.com/2010/09/26/%e2%80%9ceu-nao-vou-estar-vivo-quando-isso-tudo-acontecer%e2%80%9d/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: