Os animais tem alma?

“Palestra que reune estudos e reflexões sobre os animais, seu papel na criação, sua espiritualidade. Aborda também a questão sobre comer carne. É um conjunto de questionamentos, a palestra toda é feita por alguém que quer aprender mais, questionando, embasado no conhecimento disponível, nossas atitudes perante aos animais.”

Palestra de Evandro Oliva (http://www.evandrooliva.com/):

OBS: Todos nós, que amamos e respeitamos os animais, deveríamos OBRIGATORIAMENTE ver este vídeo. Ele é extremamente esclarecedor e delicioso de se assistir!

Tenho certeza que se você ver até o final, não se arrependerá!

Não posso deixar de agradecer a minha prima Keilla pelo vídeo perfeito. Você sempre me presenteia com ótimas dicas!! Obrigada, Prima!

Estou decidida a parar de comer carne… não posso continuar a financiar o sofrimento de seres inocentes.

Beijos a todos,

Marilia Escobar

Published in: on 27/11/2011 at 8:22  Comments (3)  

É preciso ter paciência…

OBS: Fabinho, muito obrigada por ter se lembrado de mim. Eu amei a paciência do cachorrinho com o filhote. hahahahaha! 

Esse gatinho está parecendo aquele irmão mais novo que te enche  até você perder as estribeiras, sabe? rs (Quem tem irmão mais novo  entende o que estou falando!)

Marilia Escobar

Published in: on 26/11/2011 at 22:09  Comments (4)  

A verdade sobre o vazamento de óleo no Rio de Janeiro.

Por Marcelo Szpilman*

O vazamento de óleo na Bacia de Campos e as diversas reações, do público, mídia e autoridades, nos fazem pensar em duas questões que devem ser refletidas.

1 – Danos ao ambiente e a ingênua hipocrisia

Devemos entender que a região onde ocorreu o vazamento está localizada no meio do oceano, local onde não há praticamente vida marinha a ser afetada. Apenas grandes peixes oceânicos, tubarões e baleias ocasionalmente poderiam passar pela área, mas o forte cheiro exalado pelo óleo fará com que esses animais evitem essa rota. No entanto, caso uma mancha de óleo atinja alguma área costeira do litoral do Rio de Janeiro, os danos ao ecossistema marinho podem ser consideráveis, pois além dos seres que vivem fixos no substrato marinho, como algas, esponjas e corais, outros pequenos animais, como peixes, crustáceos e moluscos, não conseguiriam fugir da mancha e seriam todos fatalmente afetados. Além disso, os seres humanos e suas atividades recreativas e profissionais (especialmente a pesca) também podem ser prejudicados.

Não sejamos ingenuamente hipócritas acusando indiscriminadamente todas as empresas que lidam com petróleo __ normalmente quem o faz não deixa de colocar gasolina no seu carro ou de usufruir dos diversos produtos petroquímicos. E usando o carro como exemplo, qualquer pessoa que o dirija pode provocar um acidente. A questão é como essa pessoa agirá após o acidente. O mesmo ocorre com as empresas que lidam com o petróleo. Na prospecção e transporte do óleo, acidentes podem acontecer. A questão é como essas empresas agirão para remediar e combater a poluição por óleo de modo a diminuir ao máximo o impacto provocado. Se a Chevron, empresa responsável pelo vazamento, está agindo em desacordo com as normas de responsabilidade e transparência, com certeza merece ser acusada, cobrada e multada. Se oculta fatos e informações às autoridades brasileiras, está tão somente preocupada com os impactos sobre sua imagem e não com os impactos à Natureza.

2 – Royaties do petróleo e a divisão dos prejuízos

Os royalties que são pagos aos estados produtores de petróleo nada mais são do que medidas compensatórias pelos riscos potenciais que a atividade representa ao meio ambiente desses estados produtores. Esse acidente é um claro exemplo dos riscos e danos que a prospecção e transporte do óleo representam ao litoral e às praias cariocas ou capixabas. No entanto, diversos estados da federação, que não produzem uma única gota de petróleo e não correm qualquer risco, querem dividir esses royalties. Mas será que querem e podem dividir os prejuízos também?

Instituto Ecológico Aqualung
 Tels: (21) 2558-3429 ou 2556-5030
E-mail:  instaqua@uol.com.br
Site: http://www.institutoaqualung.com.br

Participe da campanha, não deixe um animal de rua passar sede neste verão!

Pedimos a todos que coloquem na frente de suas residências potinhos com água para que os animais de rua possam beber. O calor está chegando e assim como nós, humanos, eles sentem muita sede.

Não custa fazer este ato de amor! Não deixem nossos anjinhos de 4 patas passarem sede.

Mas lembrem-se, cuidem e lavem os potinhos, além de trocar SEMPRE a água para que não fiquem propícios para a proliferação da dengue!

“Ninguém cometeu maior erro do que aquele que não fez nada só porque podia fazer muito pouco.”  Edmund Burke

Texto recebido por email pela Elizângela e reestruturado.

Published in: on 24/11/2011 at 21:42  Comments (3)  

Vídeo mostra a amizade entre um cachorro e um cavalo.

A amizade entre animais da mesma espécie é impossível? Neste vídeo comprovamos que NÃO.

Esses dois fazem uma festa!!!

OBS: Pablo e Fabinho, obrigada por me enviarem um vídeo tão lindo!

Published in: on 23/11/2011 at 21:44  Comments (3)  

5ª Feira de Adoção “Cães e Gatos” em Belo Horizonte.

OBS: Para melhor visualização do banner, clique nele.

Published in: on 22/11/2011 at 18:36  Comments (1)  

Lobo-guará recebe prótese ortopédica em clínica veterinária de Uberaba (MG).

Um lobo-guará, que recebe o nome de Fiel e tem seis anos de idade, recebeu uma prótese ortopédica no tornozelo da pata esquerda depois de ser resgatado pelo Corpo de Bombeiros em uma fazenda em Veríssimo, no Triângulo Mineiro.

O animal, resgatado em maio deste ano, conforme o médico veterinário Cláudio Yudi Kanayama, estava com uma fratura já cicatrizada. “Possivelmente o animal foi atropelado e, devido à dificuldade de locomover, o lobo parou de caçar, o que deixou cada vez mais fraco até não conseguir mais se levantar”, disse.

A prótese feita de plástico e borracha foi colocada no Hospital Veterinário de Uberaba depois de o animal passar por uma série de exames ainda em maio. De acordo com Yudi o procedimento não é comum.

“A prótese é muito leve e fácil de se adaptar no animal.  O lobo-guará foi sedado para colocação da peça por se tratar de um animal silvestre e naturalmente agressivo.”

O maior medo da equipe, conforme o médico, era de que Fiel retirasse a prótese logo após acordar, porém, para a surpresa de todos “o animal reagiu muito bem e não se importou com a prótese presa na perna”, disse o médico.

Após seis meses de cirurgia, Fiel permanece em observação no Setor de Quarentena do Zoológico de Uberaba, para verificar se a prótese irá auxiliar na locomoção e na sustentação do corpo dele.

O médico explica que esse tipo de procedimento não é comum, mesmo em animais domésticos, como o cão e gato. “Nos EUA há empresas especializadas em próteses e órteses em cães, com o custo médio de 500 dólares cada peça. É raro fazer esse tipo de tratamento em animais silvestres.”

Texto retirado do site Uol.

OBS: Obrigada pela matéria, Domingos! Iniciativa linda demais… Minas está de parabéns! 
Marilia Escobar 

Published in: on 21/11/2011 at 21:36  Deixe um comentário  

Implante a coleta seletiva em sua empresa e se adeque à nova Lei Federal 12.305/2010.

 Implantação de Coleta Seletiva – Assessoria para Implantação de Coleta Seletiva na sua EMPRESA, HOTEL,CONDOMÍNIO ou CLUBE.

A partir de 2012, o órgão ambiental responsável passará a fiscalizar se as empresas, hotéis, condomínios e clubes estão praticando a coleta seletiva (logística reversa).

Ao implantar a Coleta Seletiva, sua empresa, hotel, condomínio ou clube estará em conformidade com a nova lei e muito mais.

A gestão de resíduos é um importante processo que envolve, além da adequação à Política Nacional de Resíduos Sólidos, princípios de preservação ambiental e responsabilidade social.

Importante: Quando os resíduos gerados ultrapassam50 kg, as empresas tem que contratar uma empresa de coleta para retirar o lixo.

Os custos são: aluguel da caçamba, metro cúbico e taxa de aterro. Com a implantação da coleta seletiva haverá uma grande redução de volume, em torno de 60%. Isso significa redução de custos e ganhos ambientais, pois os resíduos serão entregues a uma empresa de reciclagem ou cooperativa e o destino dos resíduos passará a ser a reciclagem, e não mais os aterros sanitários.

O Pacote de Serviços inclui:

1 – Planejamento e logística da coleta seletiva (Plano de Gerenciamento de Resíduos).

2 – Treinamento e capacitação dos funcionários.

3 – Palestras de educação ambiental para conscientização dos funcionários.

4 – Criação de cartilhas educativas e adesivos informativos.

5 – Divulgação interna e lançamento do programa de coleta seletiva*.

6 – Manutenção e ajustes.

* Possibilidade de realização de um evento de lançamento com atividades para funcionários e visitantes, onde poderá ter uma exposição de materiais recicláveis, oficina com PET e Palestras.

INFORMAÇÕES

Instituto Ecológico Aqualung

Rua do Russel, 300 / 401, Glória, Rio de Janeiro, RJ. 22210-010

Tels: (21) 2558 3428 ou 2558-3429 ou 2556-5030

E-mail:  instaqua@uol.com.br 

Site: http://www.institutoaqualung.com.br

Texto retirado do site Instituto Ecológico Aqualung.

Published in: on 20/11/2011 at 22:13  Deixe um comentário  

Seminário “As energias e o Meio Ambiente” em Belo Horizonte / MG.

OBS: Para melhor visualização do banner, clique nele.

O seminário As energias e o Meio Ambiente será realizado pela ONG Ponto Terra, dia 28/11/11 (segunda-feira) e 29/11/11(terça-feira) no auditório da Fiemg.

A inscrição é gratuita e poderá ser feita por telefone (31) 3275 3929 ou por e-mail pontoterra@pontoterra.org.br.

Aquário liberta enguia para jornada de 3,2 mil km no mar em busca de parceira.

Uma enguia macho do tipo conger foi libertada no mar na Escócia para iniciar uma jornada de 3,2 mil quilômetros para se reproduzir.

A enguia de 1,8 metrofoi batizada de Rip e vivia no aquário Macduff, na cidade de Aberdeenshire, desde 2004. Mas, os funcionários notaram que ela estava inquieta, sinal típico de que a enguia estava pronta para a jornada pelo oceano Atlântico.

Sandra Bisset, do aquário Macduff, afirma que ‘a jornada de Rip é longa, mas a enguia é muito forte e todos esperam que ela chegue ao seu destino final’, o arquipélago de Açores, no Oceano Atlântico ao largo de Portugal.

A jornada começa com mergulhadores dentro do tanque, conduzindo a enguia para dentro de uma grande bolsa. Um guindaste colocou a bolsa na água do mar, onde a plateia esperava a primeira aparição de Rip fora do aquário.

Depois de muita expectativa, Rip finalmente apareceu. Minutos depois, ele saiu nadando, começando sua viagem.

Se a enguia conseguir chegar às ilhas Açores ele vai encontrar sua companheira, se reproduzir e morrer em seguida.

Texto retirado do site G1.

Published in: on 20/11/2011 at 21:32  Deixe um comentário  
%d blogueiros gostam disto: