Astronomia na Serra do Rola Moça/ MG.

Para se inscrever, clique aqui.

Anúncios
Published in: on 10/09/2012 at 23:14  Deixe um comentário  

Observação astronômica no coração de BH – Projeto Quarta Crescente.

A lua e as estrelas ao alcance das mãos

Este mês está de volta o Projeto Quarta Crescente, no Museu de História Natural e Jardim Botânico da UFMG. Com o objetivo de incentivar o interesse da sociedade em geral pela astronomia, o projeto proporciona a experiência de conhecer um pouco mais sobre os astros por meios de observações e atividades de ensino e lazer. Idealizado pelo professor Renato Las Casas, do departamento de Astrofísica do Instituto de Ciências Exatas da UFMG, o projeto, que já está em seu quarto ano de funcionamento no Museu, ocorre uma vez por mês, de abril a setembro, em todas as quartas-feiras de lua crescente.

Nesta edição, os visitantes terão a oportunidade de assistir a uma palestra multimídia sobre a estrutura do universo, ministrada pelo próprio professor Las Casas. Nas sessões do planetário, o público poderá observar as estrelas da bandeira brasileira vistas de Minas Gerais. Haverá ainda um laboratório interativo, cujo tema é “Espectros – como a luz nos traz informações dos astros”. As atividades se completam com a observação de astros e estrelas, como a Lua e Netuno por meio de telescópios que ficam à disposição do público.

O valor da entrada é R$4,00.

As atividades no Observatório do MHNJB começam às 18h30 e terminam às 22h00.

O Museu fica na Rua Gustavo da Silveira, nº 1035 – Bairro Santa Inês

Programação

Inicio 18h30
Palestra Multimidia – Estrutura do Universo – Prof. Renato Las Casas
Sessões do planetário – Estrelas da bandeira brasileira
Laboratório Interativo – Espectros – como a luz nos traz informações dos astros
Observações – Lua, Netuno, dentre outros.
Término 22h00

Entrada gratuita
Obs.: Sugerimos trazer lanternas para iluminar o caminho até o observatório.

Mais informações:
www.observatorio.ufmg.br ou (31) 3461-4204.

Published in: on 19/04/2012 at 21:12  Deixe um comentário  

Astronomia na Serra do Rola Moça/MG.

OBS: Para melhor visualização do banner, clique nele.

Published in: on 01/02/2012 at 19:51  Comments (2)  

Astrônomos enxergam explosão estelar em 3D pela primeira vez.

Astrônomos utilizando o Very Large Telescope (VLT), do European South Observatory (ESO), conseguiram reconstruir pela primeira vez em três dimensões a distribuição de matéria causada por uma explosão estelar.

Um novo instrumento no telescópio conhecido como SINFONI permite aprofundar o conhecimento sobre fenômenos como supernovas. Segundo os astrônomos do ESO, a visualização em 3D permite estudar melhor a ejeção de material em todas as direções, calcular velocidades e direções do despejo.

Na concepção artística divulgada nesta quarta-feira pelo ESO, é possível ver como os resquícios da estrela 1987A, localizada na Grande Nuvem de Magalhães, galáxia-satélite da Via Láctea, se espalharam mais na direção horizontal. Esta percepção não era possível até o uso da nova ferramenta no VLT, que permite conceber a explosão de forma tridimensional.

O fenômeno aconteceu há 168 mil anos-luz de distância da Terra, na Nebulosa da Tarântula.

Texto retirado do site G1.

Published in: on 04/08/2010 at 21:10  Deixe um comentário  

Fotos de amador impressionam a Nasa!!

O cientista amador britânico Robert Harrison tirou fotografias da curvatura da Terra que impressionaram até os técnicos da Nasa (agência espacial americana).

Harrison usou uma câmera barata, que lançou ao céu dentro de uma caixa de isopor amarrada a um balão. Um dispositivo eletrônico ajudou o entusiasta de astronomia a localizar a câmera.

Com a altitude, o balão estourou e Harrison recuperou a câmera e as fotos.

Ele disse que o projeto custou o equivalente a US$ 700.

Texto retirado do site G1.

Published in: on 27/03/2010 at 0:14  Comments (1)  

Nasa lança com sucesso nova sonda que irá pesquisar o Sol.

A Nasa, agência espacial americana, lançou com sucesso nesta quinta-feira a nova sonda que irá tentar decifrar os mistérios do Sol. O lançamento do Observatório de Dinâmica Solar (SDO, na sigla em inglês), a bordo de um foguete Atlas V, ocorreu às 13h20 (horário de Brasília), a partir do Cabo Canaveral, no Estado americano da Flórida.

O SDO vai captar imagens detalhadas da estrela para tentar compreender melhor seu comportamento e o impacto sobre a Terra. A sonda teve o custo de US$ 800 milhões.

A missão, prevista para durar pelo menos cinco anos, tem como objetivo investigar o funcionamento interno, da superfície e da atmosfera em torno do Sol.

Os instrumentos da sonda SDO vão enviar imagens com resolução dez vezes melhor do que a média das câmeras de televisão de alta definição. O vídeo deve chegar à Terra em uma questão de segundos.

O objetivo principal é analisar o funcionamento do chamado dínamo solar, uma rede profunda de corrente de plasma que gera o campo magnético solar. É este dínamo que, em última análise, está por trás de todas as formas de atividade solar, desde explosões na atmosfera do Sol até manchas relativamente frias que percorrem a superfície da estrela durante dias ou até semanas.

Texto retirado do site Fontes Naturais.

Published in: on 11/02/2010 at 20:24  Deixe um comentário  

Galáxia tem bilhões de planetas como a Terra.

A galáxia tem pelo menos 100 bilhões de planetas semelhantes à Terra, afirmou no sábado um cientista dos Estados Unidos durante a conferência anual da Associação Americana para o Progresso da Ciência, em Chicago. Alan Boss, do Carnegie Institution of Science, de Washington, disse ainda que muitos desses astros podem ser habitados por formas de vida simples.

Até hoje, os telescópios disponíveis conseguiram detectar pouco mais de 300 planetas fora do nosso Sistema Solar. No entanto, apenas alguns deles seriam capazes de abrigar a vida.

A maioria são “gigantes de gases”, como Júpiter, enquanto outros orbitam tão perto de seu “Sol” que qualquer organismo teria que sobreviver a temperaturas elevadíssimas.

Baseado na quantidade limitada de planetas descobertos até agora, Boss estimou que todos os corpos celestes semelhantes ao nosso Sol têm em média, em sua órbita, um astro com características semelhantes às da Terra. “Não só esses planetas são provavelmente habitáveis, como também eles provavelmente serão habitados”, disse o cientista à BBC.

“Mas creio que o mais provável é que essas ‘Terras’ próximas de nós sejam habitadas por seres que eram mais comuns na Terra há 3 ou 4 bilhões de anos, como as bactérias.”

Segundo Boss, a missão Kepler da Nasa, prevista para ser lançada em março, deve começar a encontrar alguns desses planetas dentro de poucos anos.

Recentemente, um estudo da Universidade de Edimburgo, na Escócia, tentou quantificar quantas civilizações inteligentes viveriam no espaço e chegou à conclusão de que pode haver milhares delas.

Texto retirado do G1.

Published in: on 30/01/2010 at 10:54  Deixe um comentário  

Nasa: 2009 foi ano mais quente já registrado no Hemisfério Sul.

O ano de 2009 foi para o Hemisfério Sul o mais quente da história, segundo dados da agência espacial Nasa. Globalmente, o ano passado perdeu em temperatura apenas para 2005, considerado o ano mais quente desde que se tem registros do tipo no planeta.

Os dados da Nasa mostram que a temperatura no parte Sul do planeta foi, no ano passado, 0,4º C superior à temperatura mais antiga de que dispõem os cientistas. A partir dessa referência, em 2005 a temperatura global foi cerca de 0,7º C mais alta.

A agência informa ainda que a década passada (2000 a 2009) foi a mais quente desde 1880, quando foram desenvolvidos os primeiros equipamentos capazes de medir temperatura com precisão.

O diretor do Instituto Goddard de Estudos Espaciais da Nasa (GISS, na sigla em inglês), James Hansen, explicou entretanto que o dado mais relevante é a tendência de alta nas temperaturas ao longo das décadas.

“Há uma substancial variação ano a ano da temperatura global que é causada pelo ciclo tropical El Niño-La Niña. Quando medimos a temperatura média ao longo de cinco ou dez anos para minimizar essa variação, descobrimos que o aquecimento global continua inabalável”, disse.

Texto retirado do site: http://verde.br.msn.com/.

Published in: on 26/01/2010 at 23:59  Deixe um comentário  
%d blogueiros gostam disto: